Sobre a loja

A Loja Virtual Santo Evangelho pertence ao Instituto Reformado Santo Evangelho — IRSE, membro da comunidade mundial reformada WRF — World Reformed Fellowship e conveniado à VDAU — Vox Dei American University, oferece — Curso de Graduação e Especialização Acadêmica (Mestrado) com equivalência ao Mestrado, com diplomação e notarização (ou autenticação feita pelo Notary Public) —, Tradução, reconhecimento e validação pelo Estado da Flórida [EUA] na emissão do Diploma de Teologia.

ePub OS CREDOS DA REFORMA

Código: VLHXJLBW7
R$ 5,00
Pagar Estoque: Disponível
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.

Resumo:

(...) Os credos da Reforma são as confissões de fé e os catecismos produzidos nesse período ou sob sua inspiração teológica.

Os séculos IV e V foram para a elaboração dos credos (Credo de Nicéia, Credo de Calcedônia) o que os séculos XVI e XVII foram para a feitura das confissões e dos catecismos.

(1) Credo de Nicéia.

O Credo Niceno é uma profissão de fé adotada do Primeiro Concílio Ecumênico reunido na cidade de Niceia da Bitínia (atual İznik, é uma cidade situada na região de Mármara, província de Bursa, Turquia em 325. Chama-se também o Símbolo Niceno em latim: “Symbolum Nicaenum”), e a Profissão de fé dos 318 Padres, referência aos 318 bispos que participaram do Primeiro Concílio de Niceia.

O propósito de um credo é agir como um critério de crença correta, ou ortodoxia. Os credos do cristianismo foram elaborados em momentos de conflito sobre a doutrina: a aceitação ou rejeição de um credo serviu para distinguir os crentes e negadores de uma doutrina específica ou um conjunto de doutrinas. Por essa razão, um credo foi chamado em grego σύμβολον (symbolon), que significava a metade de um objeto quebrado para que, colocada junto com a outra metade, verificasse a identidade do portador. A palavra grega passou para symbolum em latim (“símbolo” em português). O Credo de Niceia foi adotada em face do arianismo. Ário, um presbítero da Igreja de Alexandria, natural da Líbia, havia declarado que, embora o Filho fosse divino, ele era um ser criado no tempo e, portanto, não co-essencial com o Pai. Isto fez com que Jesus fosse considerado inferior ao Pai, que posou desafios soteriológicos para a doutrina nascente da Trindade. O Credo Niceno explicitamente afirma a divindade co-essencial do Filho, aplicando-lhe o termo “consubstancial”. Termina com as palavras “(Cremos) no Espírito Santo” e com um anátema contra os arianos (...).

Quantidade de páginas: 17.

R$ 5,00
Pagar Estoque: Disponível
Sobre a loja

A Loja Virtual Santo Evangelho pertence ao Instituto Reformado Santo Evangelho — IRSE, membro da comunidade mundial reformada WRF — World Reformed Fellowship e conveniado à VDAU — Vox Dei American University, oferece — Curso de Graduação e Especialização Acadêmica (Mestrado) com equivalência ao Mestrado, com diplomação e notarização (ou autenticação feita pelo Notary Public) —, Tradução, reconhecimento e validação pelo Estado da Flórida [EUA] na emissão do Diploma de Teologia.

Pague com
  • PayPal
  • PagSeguro
  • MercadoPago
Selos
  • Site Seguro

Instituto Reformado Santo Evangelho - CPF: 022.969.825-57 © Todos os direitos reservados. 2017